BLOG DO SÉCULO XXI Bai BLOG DO SÉCULO XXI: Outubro 2010

domingo, 24 de outubro de 2010

Vida louca vida


“Já que eu não posso te levar. Quero que você me leve” (Cazuza)
Um dia desses escutei a música do Cazuza. Prestei atenção na letra. Senti o cansaço dele pela vida. É curioso como pessoas que tinham tanta fome de viver, de repente, se cansam de viver. Viver é uma arte. Cazuza lutou. Mas a doença não deixou que ele seguisse o curso do rio.

Fiquei pensando nessa tal de morte. Pensei na beleza também. E na vida. Acho que deveríamos nos preparar nos três casos. Acredito que morrer é como interromper um sonho bem no meio da noite. É deixar a xícara suja do café-da-manhã na cozinha, a toalha úmida em cima da cama. É simplesmente não poder despedir. Puxa, não deu tempo, aliás, nunca dá tempo para nada nessa “vida louca vida”.

Morrer é não dar tempo. Não dá tempo de apagar os segredos que escondeu em gavetas a vida inteira. Não dá tempo de pagar a viagem do esqui parcelada em 500 vezes. Não dá tempo para terminar de ler o livro que está pela metade. Não dá tempo de retornar as ligações. Não dá tempo de desmarcar a consulta no ginecologista.

Morrer é falar “até logo” ou “volto já”. Do tipo: “mãe, vou ali à casa de ciclana, volto já”. E não volta. Não sabemos quando e como isso vai acontecer conosco. Mas uma coisa é certa: a morte é a única certeza da vida!

imagem: camerinoneto.blog.uol

Amor

Blog de s2moreninhas2 :Moreninha, AMOR
  Esta palavra é pequena ,
Mais e tão grande em meu ser,
 O amor e tudo pra mim
Pq eu amo vc!!!

  Quem não conhece o amor,
não sabe nada da vida
Pois uma vida sem amor
É uma vida não vivida!!!!

     Eu amo tudo na vida,
O mundo e a sua beleza,
Pois alguém comu vc....
E o amor de todos nós!!!!


Ai de quem ama

Quanta tristeza
Há nesta vida
Só incerteza
Só despedida

Amar é triste
O que é que existe?
O amor

Ama, canta
Sofre tanta
Tanta saudade
Do seu carinho
Quanta saudade

Amar sozinho
Ai de quem ama
Vive dizendo
Adeus, adeus

Vinícius de Moraes

Hoje


Hoje eu pedi tanto por você
Pensei que você viesse me ver
Não pude contar a tristeza
Que rapidamente ofuscou minha beleza
Sozinha num lugar solitário
Esperando dar o meu horário
Minhas mãos ficando frias
Esperando aquecer à dias
Com o pensamento longe
Eu elevo os meus olhos para o monte
Que se formou diante de mim
Me isolando cada vez mais aqui
Hoje eu estive sozinha
Sentindo você enquanto caminha
Tentei acompanhar seus passos
Mas só consegui gravar seus traços
Como você não me viu
Com o coração nas mãos partiu
Eu quis te segurar
Para não deixar de me amar
Não pude te deter
Porque você quer viver
Só fico aqui a pensar
O porque de você me deixar
Será que não te completei?
Será que sem você viverei?
É difícil ficar longe de você
Mais difícil ainda é não poder te ver
"O tempo passa mesmo quando isso parece impossível. Mesmo quando cada batida do ponteiro dos segundos dói como o sangue pulsando sob um hematoma. Passa de modo inconstante, com guinadas estranhas e calmarias arrastadas, mas passa. Até para mim."

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Lázaro ex-Olodum Música: Eu sou de Jesus

sábado, 16 de outubro de 2010

Seja forte e otimista





Sabe meu amor... Ultimamente eu tenho notado que você anda muito desanimado.
Você não tem mais vontade de rir, de conversar sobre os seus problemas...
O que você tem feito é se trancar por dentro, deixando que a tristeza se mostre no seu semblante.
Meu amor, o que está acontecendo pra você ficar desanimado?
Não se deixe  levar pelo o desânimo.
Será que você esqueceu, que você tem uma mulher que te compriende, e que é sua companheira em todos os momentos?
Meu amor, já passamos por tantos momentos baixos, mas juntos conseguimos superar.
Eu preciso saber o que aconteceu pra você ficar assim.
Eu não sou uma super-mulher, pra resolver de imediato o que você deseja...
Mas sou sua mulher, para te dar apoio no que for preciso.
Você precisa levantar a sua cabeça, e acreditar que você tem capacidade para vencer qualquer problema.
Meu amor, eu estou aqui pra te alegrar, pra te fazer voltar a sorrir.
Você pra mim é muito especial!
Não deixe que este momento que você está passando, tome o espaço da fé que você tem em Deus.
Seja forte e otimista!
Pois você tem uma mulher que te admira muito, e que quer ver nesse rosto amável, um sorriso brilhante outra vez.

Obrigado




Deus Todo-Poderoso, quero a ti agradecer pelo teu Santo Filho Jesus e pelo teu Santo Espírito!
Obrigado Senhor, por tudo que o Senhor tem mim concedido.
Obrigado pelas lágrimas e pelos risos!
Obrigado pelas perdas e pelas conquistas.
Obrigado pelas lutas e pelas vitórias.
Obrigado pelas humilhações e pelas exaltações.
Obrigado pelas tristezas e pelas alegrias.
Obrigado pelo desespero e pela calma.
Obrigado pela vida!
Obrigado pelas pernas e pés para andar.
Obrigado pelos olhos para ver.
Obrigado pela boca para comer.
Obrigado pelo nariz para cheirar.
Obrigado pelos ouvidos para ouvir.
Obrigado pelo corpo provisório, mas com o espírito perfeito para te exaltar.
Obrigado pela minha família, amigos e vizinhos.
Obrigado Senhor, pelo pão de cada dia para nos alimentar.
Obrigado Senhor, pelo lar para repousar a cabeça.
Obrigado Senhor, pela água para saciar a sede.
Obrigado Senhor, pelas vestes para cobrir a nudez.
Obrigado Senhor, pela tua infinita misericórdia, pelo teu perdão, pelo teu cuidado, pela tua benignidade, pela tua justiça, pelo teu carinho, pelo teu amor e pela tua presença.
Obrigado Senhor, pelo o que tu és, e sempre serás; Um único Deus Todo-Poderoso, Santo dos santos, Reis dos reis, Altíssimo, Soberano, Fiel, Justo, Onisciente, Onipresente, Onipotente, Infalível, Invencível, Imortável, Misericordioso, Principio e eternidade.
Obrigado Senhor, pelo o maravilhoso privilégio de ter a tua presença na minha vida, pois sem ela seria impossivel viver.
Obrigado Senhor!

(Carly Silva)

Amor Verdadeiro


O amor verdadeiro,
É aquele...
Que o vento não sopra.
O tempo não apaga.

O tempo não envelhece.
As ondas não levam.
O mar não engole.
O sol não queima.

O gelo não esfria.
A dor não machuca.
É o que sabe esperar.
É o que sabe entender,

Compreender se manter.
A inveja não contamina.
A solidão abomina.
Que não cobra

Que não vive de manobra.
Que não tem olhos de cobra.
Que sabe tudo a tempo e a hora
O amor verdadeiro,

É aquele...
Que não precisa de manual.
É muito casual.
Não precisa ler.
Tem que deixar acontecer

A UM AUSENTE

amor-de-verao



Tenho razão de sentir saudade,
tenho razão de te acusar.
Houve um pacto implícito que rompeste
e sem te despedires foste embora.
Detonaste o pacto.
Detonaste a vida geral, a comum aquiescência
de viver e explorar os rumos de obscuridade
sem prazo sem consulta sem provocação
até o limite das folhas caídas na hora de cair.

Antecipaste a hora.
Teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo nossas horas.
Que poderias ter feito de mais grave
do que o ato sem continuação, o ato em si,
o ato que não ousamos nem sabemos ousar
porque depois dele não há nada?

Tenho razão para sentir saudade de ti,
de nossa convivência em falas camaradas,
simples apertar de mãos, nem isso, voz
modulando sílabas conhecidas e banais
que eram sempre certeza e segurança.

Sim, tenho saudades.
Sim, acuso-te porque fizeste
o não previsto nas leis da amizade e da natureza
nem nos deixaste sequer o direito de indagar
porque o fizeste, porque te foste

- Carlos Drummond de Andrade

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Maluco Beleza, Rei.

Quem cantou todas ontem com o Por Toda Minha Vida – Raul Seixas?
“Raul teve o enterro que provavelmente, se ele pudesse apreciar, ele teria adorado, cara. O corpo tava na igreja, em Salvador, quando não mais que de repente… ‘Vamo fugir com Raul! Raul não morreu!’ E aí começa aqueles papos né” hahaha “E aquela altura ninguém mais se responsabilizava por nada. Foram centenas de pessoas que invadiram a igreja e levaram o caixão.” (Marcelo Nova)
Hahaha gênio que é gênio tem uma legião de fãs lunáticos e enterro genial.
Eu, que tenho um exemplo de típico pai que foi pai nos anos 80, obviamente via discos do maluco beleza nas estantes e tenho uma vaga lembrança da minha irmã entoando o famoso “controlando a minha maluquez.. misturada com minha lucidez vou ficaaaaaaar…” (provavelmente dedicando ao nosso querido irmão, porque ela gostava de falar que ele era louco e cantava todas as músicas que continham referência a problemas mentais pra ele quando eles brigavam). Então, dedicando aos bons tempos de nossas queridas infâncias, vai aí o Raulzito, sem barba, cantando o clássico.
©
Design by Léo Silva